quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Kundalini Yoga



Kundalini Yoga

Kundalini Yoga é denominado Yoga da Consciência, suas práticas são dinâmicas, energizantes e objetivas. Fortalece, alonga, relaxa a musculatura e todo metabolismo. Aumenta a capacidade respiratória e o nível de vitalidade física e psíquica. Estimula a harmonia dos sistemas nervoso e glandular, sincronizando-os com a rede de meridianos, chakras e corpos energéticos. Propõe ainda um profundo mergulho na Meditação.
Esse conhecimento foi um segredo muito bem guardado, entregue pelo Guru a estudantes selecionados durante centenas de anos. De acordo com as escrituras yóguicas esta antiqüíssima ciência tem 7 mil anos. Os ensinamentos foram dados a conhecer somente aos iniciados em templos e monastérios da Índia, Nepal e Tibet. A Kundalini Yoga tem relação muito próxima ao Tantra, que também faz subir a energia Kundalini. Graças a Yogi Bhajan esse conhecimento foi tornado público para o ocidente.
Através da prática da Kundalini Yoga o ser humano pode unir sua consciência cotidiana à sua consciência superior, ou cósmica, de forma regular ou diária, praticando cuidadosamente uma seqüência de exercícios e meditações combinadas. Logo o estudante praticante percebe o movimento da energia dentro de si e ao redor do seu corpo e assim conscientemente, começa a direcionar esse fluxo energético para estimular e acordar os chakras.

domingo, 17 de setembro de 2017

Yogi Bhajan - O professor Aquariano



TRAJETÓRIA DE VIDA

No verão de 1929, no dia 26 de agosto, numa pequena aldeia chamada Kot Karkarn, atualmente território paquistanês, nasceu Harbhajan Singh Puri, conhecido por seus alunos como Yogi Bhajan. Filho de Kartar Singh, médico e proprietário de terras na região, e de Harkrishan Kaur, dona de casa de caráter forte e direto, Yogi Bhajan teve no exemplo da sua mãe a inspiração para sua trajetória.

Naquela época na Índia, as melhores escolas disponíveis eram as católicas, onde Yogi Bhajan teve uma educação e formação privilegiada. Estudou as filosofias religiosas, os ensinamentos e as escrituras espirituais de todo o mundo. Em tenra idade, aos seis anos, seus pais o entregaram aos cuidados do grande mestre indiano Sant Hazara Singh, que o intitulou mestre em Kundalini Yoga aos 16 anos. Sobre sua jornada com o seu mestre, Yogi Bhajan conta muitas histórias inspira-doras, que o fizeram um homem de sólida e consistente experiência espiritual.

DESAFIOS
A vida de Harbhajan Singh Puri foi marcada por grandes transformações. Aos 18 anos, teve que deixar a sua cidade natal, durante o êxodo indiano da região norte de Punjab. Ele caminhou a pé por aproximadamente mil quilômetros até Nova Delhi, carregando apenas uma mochila e conduzindo, além de sua família, mais de 7 mil pessoas das áreas vizinhas. Com a divisão da Índia, em 1947, decorrente da independência da Índia Britânica concedida pelo Reino Unido, tempos difíceis se instalaram, impondo migrações e separações para reassentamentos em terras seguras.

Mais tarde, retomou seus estudos na Universidade de Punjab. Sua capacidade intelectual e argumentativa logo foi reconhecida em seus debates acadêmicos. Também nos esportes tinha um desempenho impressionante, o que lhe valeu o apelido dado pelos colegas de “China Wall”. Graduado em economia, foi trabalhar para o governo indiano e logo relocado para chefiar o setor da Aduana do aeroporto internacional de Delhi. Em 1952, casou-se com Indejit Kaur, com quem teve dois filhos, Ranbir e Kulbir Singh, e uma filha, Kamaljit Kaur.

Alguns anos mais tarde, outra grande mudança aconteceu em sua vida. Apesar das previsões desfavoráveis dos astrólogos e das advertências dos Pudtis, Yogi Bhajan decidiu seguir o seu destino. Convidado pelo Sr. James George, seu aluno e alto funcionário da embaixada canadense em Delhi, Yogi Bhajan embarcou em setembro de 1968 para ensinar
na Universidade de Toronto. Confirmando as previsões, sua bagagem
foi extraviada e Sr. James George morreu em um acidente de carro
dois dias antes da sua chegada. Yogi Bhajan tinha apenas trinta e
cinco dólares no bolso, dinheiro oferecido pelo governo canadense.
TRANSFORMAÇÕES
Ciente de que aquele era o caminho de sua alma, Yogi Ji, apesar dos percalços, ficou no Canadá e para sobreviver trabalhou em uma livraria. Sem recursos, comia donuts envelhecido amolecido em água e embrulhava seus sapatos em jornais para suportar o frio do inverno canadense. Mais tarde foi contratado como terapeuta em um centro
de yoga. Um convite para visitar Los Angeles muda radicalmente o
seu destino.

A sua primeira palestra pública nos Estados Unidos foi em 5 de janeiro de 1969, no Centro Cultural East West, onde declarou com convicção inabalável o direito de cada ser humano de ser “Saudável, Feliz e Santo” – o que mais tarde se tornou o lema de uma das maiores instituições
do seu legado, a 3HO.

Yogi Bhajan via nos jovens dessa época uma ansiosa busca pela experiência espiritual, que, no entanto, a buscavam através das drogas. Ele decidiu então compartilhar os ensinamentos do Kundalini Yoga, apesar da interdição pela antiga tradição indiana. O conhecimento desta tradição e ensinamentos era até então hermético e discipular, passado apenas de mestre para discípulos escolhidos e de castas altas. Jamais fora permitido que um pária pudesse ter acesso à tecnologia. Mas Yogi Bhajan sabia que esta seria a única maneira de verdadeira transforma-ção para uma geração que percorria um caminho equivocado em nome de uma busca espiritual. Muitos desses jovens, então, passaram a trocar as drogas pela prática do Kundalini Yoga, se conectaram com uma vida saudável, reconstruíram seus sistemas nervosos e experimentaram estados elevados de consciência.

Yogi Bhajan soube efetivamente traduzir toda uma experiência espiritual e conhecimentos consistentes das práticas yóguicas, numa abordagem profunda sobre o ser humano, para uma linguagem que a cultura ocidental, carente de valores espirituais, pudesse entender. Ele compar-tilhou inúmeras histórias inspiradoras dos Gurus Sikhs e falou sobre virtudes e valores que conduziriam ao caminho da felicidade.

COMUNICAÇÃO CONSCIENTE
Neste começo modesto, ensinando em centros culturais, logo passou a atrair muitos alunos, que se amontoavam para participar das suas aulas. Em seguida, começou a dar aulas nas Universidades Claremont e UCLA. Em 1971, nomeado Mahan Tântrico pelo Mestre Tibetano Lilan Po, organizou o primeiro Tantra Yoga Branco no ocidente. Desde então, o Tantra Yoga Branco acontece em várias partes do mundo, incluindo o Brasil.

Fiel ao que havia dito, “eu não vim para fazer discípulos, mas para formar professores”, criou uma instituição confiável que certifica os cursos e a formação de professores de Kundalini Yoga em todo o mundo: o KRI – Kundalini Research Institute.

Usando uma comunicação com explicações embasadas na ciência do yoga, Yogi Bhajan falava para qualquer público. Seus ensinamentos influenciaram e deram suporte para vários setores da sociedade, como o da comunicação, da cura, dos negócios, da religião e da política. Foi mentor de senadores, congressistas e governantes, independente do engajamento político ou religioso, influenciando decisões e promovendo a consciência. Encontrou-se com líderes nacionais e internacio-nais de todos os credos, com o objetivo de encorajar o diálogo. Papa Paulo VI, Papa João Paulo II, Dalai Lama e arcebispos de Canterbury são algumas das personalidades religiosas importantes com quem manteve um diálogo para defesa da paz mundial.

Participou de vários eventos como a Celebração do Festival de música de Nova Orleans, em 1971, onde dividiu a cena com Swami Satchidanan-da e Swami Vishnudevananda. Esteve presente em eventos ecumênicos incluindo o Parlamento Mundial de Religiões. Em junho de 1985, criou o Festival Internacional da Prece, o Peace Prayer Day Celebration, no Novo México, EUA, que contou com a presença de expoentes mundiais ligados a assuntos humanitários, políticos e religiosos.

PROSPERIDADE
Ao contrário de muitas tradições yóguicas que pregam o desapego absoluto à matéria, Yogi Bhajan sempre encorajou seus alunos a terem seus próprios negócios, com o objetivo de construírem uma vida próspera e consciente. Uma das primeiras companhias criadas com grande sucesso por meio de suas orientações foi o Yogi Tea, que hoje lidera o mercado de chá no mundo, tanto na Europa, como nos Estados Unidos. Foi consultor de mais de 14 corporações pelo mundo, represen-tando indústrias diversas como a de alimentos para saúde Golden Temple Foods, computadores Sun and Son e segurança Akal Security.

A mulher foi um tema absolutamente relevante nos seus ensinamentos. Em 1972, começou a reuni-las em um acampamento no deserto do Novo México para compartilhar os temas relativos à sua posição na sociedade e na família, fazendo-as relembrar da sua graça, nobreza e força. Embasados nos conhecimentos do Kundalini Yoga que tratam da psique e fisiologia femininas, trouxe uma nova e contemporânea abordagem sobre o papel feminino.

Em 1980 tornou-se PhD, com a dissertação intitulada “Comunicação: liberação ou condenação”.

IMPACTO
Yogi Bhajan tinha uma presença e projeção incríveis. Com seus quase dois metros de altura, encantou audiências, transformou vidas e construiu um legado hoje espalhado por todos os continentes. Os alunos que viveram diretamente a experiência dos seus ensinamentos descrevem-no como um homem absolutamente corajoso e destemido, mas essencialmente humilde e entregue ao servir. Seu compromisso, coragem e generosidade em compartilhar os ensinamentos, de maneira firme e amorosa, o fizeram um mestre formidável e único.

No dia 6 de Outubro de 2004, aos 75 anos, Harbhajan Singh Khalsa deixou seu corpo físico, pedindo para que seus alunos celebrassem a sua volta para casa. Seu legado transforma e inspira muitas vidas e a sua luz segue abençoando todos os seres.

Fontes: 3ho.org; Kundalini Research Institute, livro “O carvão e o diamante”
de Guru Sangat Kaur Khalsa, e depoimentos de alunos de Yogi Bhajan que compartilham pessoalmente suas histórias.


Postagem extraída do site: https://www.abaky.org.br/yogi-bhajan